Benvindo Francisco

By

Após ter escrito sobre o parto do Dinis, houve quem me perguntasse pelo relato do parto doFrancisco, que eu tinha escrito, mas na altura ainda não tinha o meu blog por isso não foi publicado (foi publicado num outro blog). Aqui fica então o meu relato deste momento maravilhoso!

Que benção de bébé, e que parto maravilhoso! Poderia ter 10 se fossem todos assim…. sempre tive partos relativamente rapidos, mas o do Francisco superou todas as expectativas!

O parto do Duarte foi para mim o mais dificil, foi o único nascido em Portugal, cultura onde, pelo menos ha 7 anos atras, o parto era encarado como mais um acto médico… Não guardo boas recordações do meu primeiro parto!

A Eva nasceu na suiça, numa abordagem muito diferente do parto, senti o esforço da parteira para EU estar confortavel no MEU parto! Foi um parto muito rápido mas extremamente doloroso e a postura calma e respeituosa da parteira foi mesmo um factor muito importante!

Mas o parto do Francisco, ah, este foi uma dadiva! Primeira contracção as 00h30, não liguei muito, às 01h30 tinha tido umas 4 achei que afinal a coisa devia estar mesmo a começar a dar-se… levanto-me, vou arranjar as coisas do filhote que tinha uma visita de estudo, acabar de preparar a minha mala, arranjar-me.

Por volta das 2h15 o marido acorda, digo-lhe que a coisa esta a dar-se, ele apressa-se a dizer-me “entao vá, prepara-te e vamos embora”, mas eu estava descansada, as contracções eram mais dolorosas mas bem suportaveis, e irregulares, ora de 5 em 5 min, ora de 10 em 10… fiz as contas em relação ao nascimento da Eva, 8h desde a primeira contracção e achei que tinha margem…

Depois de alguma insistencia do marido la saímos de casa, e por um lado, pensava eu, não era mau chegar mais cedo do que quando foi a Eva, como tinhamos planeado o parto na agua teriamos tempo de nos instalar, de estar verdadeiramente juntos para preparar a chegada do nosso bebe.

Chego a maternidade as 03h20 com um enorme sorriso nos labios, as contracções a partir desse momento começaram a ser bem mais dolorosas. As minhas colegas acolheram-me, puseram a banheira a encher e disseram, “vamos examinar-te só para ter uma ideia do ponto em que estamos”.

Eis que olha para mim e me diz: “estas com 8cm!” Fiquei meio em choque porque não esperava… duas ou 3 contracções depois estava com a dilatação completa!

A banheira ainda a encher, tinha uns 2 palmos de agua, disseram-me para subir la para dentro, mas ao invés de subir – nem reparei que tinha un pequeno escadote para ajudar – levantei a perna e “saltei” la para dentro… assim que ponho um pé na banheira quase entro em pânico: “estou a sentir a cabeça dele!”

Sentei-me, as colegas só tiveram tempo de por luvas, fiz força duas vezes e ca estava o nosso Francisco!

Em 3h desde a primeira contracção o nosso menino estava ca fora! Em termos de dor foi muito menos violento que o parto da Eva, e na fase expulsiva (o que sempre me custou mais) o Francisco fez o trabalho quase todo ele próprio!

O pai não saiu do meu lado e acho que ficou tão admirado quanto eu com a rapidez da coisa e ao mesmo tempo com a forma tão natural como tudo aconteceu!

Obrigado Francisco, por este momento maravilhoso que foi o teu nascimento!

You may also like

Leave a Comment

Your email address will not be published.

scriptsell.neteDataStyle - Best Wordpress Services
error: Content is protected !!