Há textos e textos…

By

Há textos que embora queiram transmitir as mesmas ideias, a forma como o fazem muda tudo!

Há uns dias li um texto que não gostei mesmo nada. Falava em obrigar os filhos a pedir desculpa, a dizer obrigado e por favor, a “desemerdarem-se” com os botões da camisa. Mas fazia-o num tom depreciativo e amargo. (Texto aqui)

Ora, eu acredito piamente que o exemplo começa em nós.

Nunca precisei obrigar os meus filhos a dizer por favor nem obrigado, simplesmente porque eu quando lhes peço alguma coisa digo “por favor” e obrigado”. Sempre, desde os 3 anos do mais novo, as pessoas me felicitavam pela sua boa educação. Iamos ao supermercado e dizia “bom dia” e “obrigado” às senhoras da caixa, que ficavam derretidas com ele. A historia repetiu-se com a Eva, embora seja mais tímida. Já o Francisco que tem 18m, há cerca de uma semana disse-me “obiado” quando lhe limpei o nariz.

A mim não faz sentido obrigar os meus filhos a pedir desculpa se eu nunca o fizer, não faz sentido obrigar a dizer obrigado se eu nunca lhes agradecer.

Hoje li um texto que me faz muito mais sentido! Este sim, vai ao encontro daquilo que sinto e penso!

Podem ler aqui!

Assim vai a vida… aos olhos de uma mãe!

You may also like

1 Comment
  1. Manuela Aguiar 1 ano ago
    Reply

    Gosto

    Enviado do meu iPhone

Leave a Comment

Your email address will not be published.

scriptsell.neteDataStyle - Best Wordpress Services
error: Content is protected !!